São Paulo, 17 de agosto de 2019.

Atleta do Instituto Daniel Dias embarca nesta terça-feira para sua primeira competição continental

Os Jogos Pan Americanos podem ter acabado, mas a cidade de Lima ainda está no clima esportivo e nos últimos detalhes para agora então, receber os Jogos Parapan Americanos. Entre os dias 26 de agosto e 01 de setembro, a cidade peruana será palco da importante competição que garante vaga para as Paralimpíadas Tóquio 2020, o ápice e sonho de cada atleta.

O Instituto Daniel Dias comemora que três de seus atletas integram a Delegação Brasileira que é a maior da história. O destaque da vez fica com a estreia do jovem Andrey Garbe na equipe de natação. Há treze anos no esporte paralímpico, Garbe já participou de várias competições ao longo de sua carreira, como os Jogos Rio 2016. Porém, será neste mês que o atleta irá estrear em um Parapan e estará bem acompanhado pelos veteranos de equipe, Daniel Dias e Talisson Glock.

Natural de Bragança Paulista, o atleta teve o membro inferior direito comprometido após uma meningite quando tinha apenas um ano e quatro meses de idade. Andrey conta que sua infância foi sempre muito alegre e normal, mesmo com as dificuldades que a deficiência acrescentou ao seu dia a dia. “Por mais que eu não tivesse próteses boas na época, eu não parava. Jogava bola e subia no muro para soltar pipa. Tudo o que uma criança faz, eu fazia o dobro”, explica.

Esta determinação fez com que encontrasse cedo o esporte. “Costumo dizer que a natação me escolheu. Eu tinha nove anos quando um treinador da minha escola me convidou para fazer uma aula. Fui até a piscina e me apaixonei”, conta o atleta.

Andrey irá disputar quatro provas: 100m costas, 100m borboleta, 200m medley e 4x100m medley (34 pontos). As expectativas do atleta são grandes, por ser sua primeira vez na competição e pela importância da participação no Parapan em seus objetivos para este ano. “Quero nadar bem a minha melhor prova, que é o 100m costas, e quebrar o recorde parapanamericano. Também desejo subir ao pódio nas outras provas em que irei participar”.

Fotos: Alessandra Cabral/CPB.

comentários