Lima, 29 de agosto de 2019

Dia 5 da Natação tem participação dos três atletas do Instituto Daniel Dias

Confira como foi a performance de cada um

O Instituto Daniel Dias celebra o quinto dia de competição da Natação nos Jogos Parapan-Americanos Lima 2019, pois a programação permitiu que seus três atletas convocados nadassem nesta quinta-feira.

A manhã começou com Andrey Garbe disputando a final dos 200m medley SM9 e ficando com a quinta colocação e assim encerrando sua participação nos Jogos. Andrey já havia competido nos 100m borboleta e os 100m costas, conquistando a quarta colocação e a sua primeira medalha de ouro respectivamente. “Estou muito feliz de estar no Parapan pela primeira vez. Não saio totalmente satisfeito, pois queria ter feito outras marcas, sei que posso, mas errei nas estratégias das provas. Vou usar tudo que vivi aqui para me preparar para Tóquio e chegar forte lá, foi um aprendizado muito importante. E levo o ouro na minha principal prova, saio muito feliz de Lima 2019” conclui o atleta.

A sessão da tarde começou com Talisson Glock disputando os 100m costas conquistando a medalha de prata. “Estou contente de ter chegado em segundo lugar nesta prova, mesmo não estando em uma boa fase, que é natural, pois todos tem altos e baixos, eu dei o meu melhor e não vou desistir. Fico honrado de subir ao pódio e representar o meu país. Estou me dedicando para nadar cada vez mais forte, aqui, no Mundial, até chegar em Tóquio”.

Talisson já havia estreado na segunda-feira nadando os 50m borboleta quando ficou com a quarta colocação. O atleta ainda tem três provas individuais e uma possibilidade de revezamento.

Daniel Dias nadou sua quinta prova e conquistou seu quinto ouro. Nesta noite no 50m borboleta ele fez a marca de 36.31 e saiu contente da prova “Eu fico feliz em ter ganho mais uma medalha, acredito que depois de ter descansado e avaliado o meu desempenho dos primeiros dias fiquei mais tranquilo para as provas”, comenta. Daniel nada sua última prova, os 200m livre, amanhã, às 17h (horário de Lima) ou 19h (horário de Brasília). “Vai ser diferente, vou precisar disputar a fase eliminatória pela manhã para qualificar para a final da noite. Este formato será muito bom para ter ritmo e chegar mais forte no Mundial”, acrescenta o campeão.

Na sequência, Talisson e Daniel seguem para Londres onde disputarão o Mundial de Natação de 09 a 15 de setembro, com mais uma oportunidade de qualificação para as Paralimpíadas de Tóquio 2020.

 

 

comentários